Anonymous relatam ataques a sites do Brasil contra bloqueio ao Megaupload

Grupo também atacou site da presidência da França na última sexta.
Ações seriam protesto contra fechamento de página de downloads pelo FBI.

Os protestos contra o fechamento do Megaupload, um dos maiores sites de compartilhamento de dados do mundo, atingiram sites brasileiros neste sábado (21), 2 dias depois de o FBI tirar o serviço do ar e prender o fundador da empresa, acusado de pirataria digital.

O grupo Anonymous, o mesmo que na última quinta (19) disse ter derrubado os sites do FBI, do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, da Universal Music, da Associação de Filmes dos EUA e da Associação da Indústria Fonográfica do país, postou mensagem no Twiiter neste sábado, relatando ataques a sites brasileiros com domínio ‘df.gov.br’ – do governo do Distrito Federal.

anonymous-black

As ações teriam ocorrido na madrugada. Na manhã deste sábado, os endereços mencionados funcionavam normalmente. O G1 fez contato com a assessoria do governo do DF, que confirmou que houve uma tentativa de ataques ao sistema do governo por volta de 1h40 deste sábado que foi detectada e controlada por técnicos.

As contas do grupo no Twitter ainda apontavam para perfis brasileiros, que teriam realizado o ataque. Os posts mencionavam o Megaupload.

O site da presidência da França também foi alvo na última sexta (20). Os autores do ataque colocaram o slogan “We are legion” (“Somos legião”) na barra de navegação do site, relatou a imprensa francesa. Às 10h, a página não apresentava mais nenhum sinal de invasão e era acessada normalmente.

O governo francês apoiou a prisão do fundador do Megaupload, na última quinta (19). À agência France Presse, o ministro da Cultura, Frederic Mitterrand, disse: “É delinquência, é roubo. A verdade é que eles estão roubando em larga escala.”

Site de cantora
O site da cantora brasileira Paula Fernandes também estava fora do ar na manhã deste sábado. Na página inicial, havia um desenho de um coringa e a mensagem: “If Megaupload is down…. You Are Down Too!!!” (“Se o Megaupload está derrubado, você também está”, em tradução livre do inglês). A assessoria de imprensa da cantora informou ao G1 que está apurando o que houve com o site oficial e que o mesmo é produzido pela Universal Music. Por volta das 11h45, a página já estava no ar.

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.